Publicado em: 07/01/2017

Para o primeiro artigo do ano, trago um texto contanto um pouco da minha experiência no futebol chinês, trazendo as peculiaridades e impressões do outro lado do mundo. 


Cláudio Roberto Silveira, natural de Cascavel – Paraná é Pós Graduado em Educação Física. Começou a carreira em Cascavel em 2001 como Treinador de Goleiros do Cascavel Esporte Clube. Posteriormente, Cláudio Roberto trabalhou em clubes como Preparador Físico, Coordenador de categorias de base, Auxiliar Técnico onde adquiriu experiência pra desenvolver sua capacidade profissional como Treinador.


Depois de acumular experiências em diferentes funções, aos 32 anos, Claudio Roberto deu início a sua carreira de Treinador pelo CE. Jaguaré-ES onde foi vice-campeão estadual em 2008. Depois disso Claudio Roberto acumulou experiências e trabalhos consistentes dirigindo equipes tradicionais dos estados do Espírito Santo, Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul, além de ter experiência internacional dirigindo a Seleção Nacional do Sri Lanka e clubes na Ásia.


Claudio Roberto um Treinador brasileiro desafiado pelo futebol de Macau.


Região administrativa especial da China, Macau, com população de 568 mil habitantes, 92,4% deles chineses, cujo território se localiza a sudeste da China, Macau tem sua própria Liga desde 1973. Na nação onde se fala português e cantonês, resultado do domínio de Portugal que durou de 1887 até 1999, quando a região ficou sob domínio da China, o futebol ainda tem um longo caminho para se desenvolver. Em 2016 recebi a proposta para comandar o CD. Monte Carlo um dos clubes mais tradicionais de Macau (a região pertence à China, mas tem seleção nacional filiada a FIFA e disputa eliminatórias), é minha segunda passagem no exterior, já que em 2013 eu havia dirigido a Seleção Nacional do Sri Lanka, país ao sul do território indiano. O futebol de Macau diferentemente da Liga Chinesa não possui os mesmos investimentos e estrutura para se desenvolver o futebol dentro de uma lógica e gestão profissional. Esse fator somado as características físicas estruturais dominadas pelos cassinos impede de termos mais locais para desenvolver e promover o futebol local.


Quem é o Clube Desportivo Monte Carlo?

Fundado em 1984, 11 anos após a primeira edição da liga de Macau, o Monte Carlo é um dos maiores campeões da Liga, com cinco troféus, quatro a menos que o Lam Pak, líder neste quesito. O Monte Carlo tem em seu DNA ser um clube com ambiente muito familiar, isso facilita demais a adaptação dos estrangeiros. A filosofia do clube é apostar nos jogadores da formação. E para tornar a equipe mais competitiva o clube investe na contratação de jogadores estrangeiros nomeadamente brasileiros e por vezes em Treinador estrangeiro para que haja intercambio e acesso diferentes métodos de trabalho e mentalidade.


Minhas impressões e percepção do trabalho.

Nós iniciamos em 2016 nossa missão em solo macaense com o objetivo de se integrar ao desafio que o momento exigia, baseado nisso meu primeiro ano de clube com opção para mais um foi fundamental para minha adaptação ao clube, jogadores, a Liga, cidade e aos costumes. Por conta disso o tempo de contrato tem sido um aliado para cada vez mais para minha obtenção de conhecimento do cenário futebolístico em Macau. O Monte Carlo disputa a Liga de Elite que é composta por 10 clubes num campeonato que premia o campeão no formato de pontos corridos em turno e returno. Há também a Taça de Macau uma espécie de Copa do Brasil que o clube disputa e que nós temos um grande objetivo de conquista-la. Aqui no Monte Carlo meu trabalho se desenvolve com os demais do Staff que são todos locais, portanto tenho entendido e me inserido nessa filosofia do clube. Tem sido uma experiência incrível sob todos aspectos porque eu acredito que baseado nas diferenças que podemos encontrar nosso ponto de equilíbrio para continuar crescendo e se desenvolvendo.


Objetivos

2017 tem tudo para ser um ano de afirmação do nosso trabalho porque agora já nos conhecemos e temos o entendimento daquilo que queremos propor agora e para o futuro do clube. Terminamos 2016 em quarto lugar na Liga e na Taça da Liga, o objetivo para nova época é estar participando dos grandes momentos ao longo da temporada. Em termos competitivos vamos continuar com uma base da equipe, uma equipe jovem com maior e melhor vivencia competitiva. Estou muito motivado com o que vem pela frente. A continuidade do trabalho, a idéia clara que todos nós temos e a confiança de como queremos atuar. Esse principio da continuidade queremos materializar para podermos chegar ao final da temporada com resultados muito satisfatórios. Esse tem sido nosso contexto no futebol de Macau e o Monte Carlo quer continuar a cumprir seu papel que é crescer de forma gradativa para cada vez mais se estabelecer como um clube que contribui diretamente para o crescimento do futebol local.


http://performancenofutebol.wixsite.com/

Claudio Roberto um Treinador brasileiro desafiado pelo futebol de Macau